Palavra Chave:


Conheça mais
    Faça sua reclamação
    Direitos de Família
    Direito Penal
    Direito Civil
    Direito Trabalhista
    Direito do Consumidor
    Direito Previdenciário
    Polícia
    Política
    Direito Procesual Civil
    Direito Previdenciário
    Direito Processual Penal
    Sua Saúde
    Noticias
    QUEM SOMOS
Arquivos
    Publicações
    Petições


Coluna do leitor
Erros ortográficos como “egnorancia” ou “precarea” (Gazeta, 16/4) são completamente aceitáveis, desde que ocorram até a...
Leitor tem dificuldade para acessar Mercado Livre
O leitor Aloncio Ferreira Olímpio quer saber se o Mercado Livre faliu, pois o site está em manutenção e os clientes não...
veja mais

 
04/06/2009 - 16:32 - Trava para carros infratores gera polêmica

Para professor, universidade não pode atuar no patrimônio do aluno 
 
 

O estudante Edenir Zandoná Neto diz que era comum encontrar motoristas desres-peitando as regras no campus

 

Curitiba - Desde o último dia 20 de maio, os motoristas que utilizam os estacionamentos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) estão sujeitos a uma nova sanção. Quem estacionar em local irregular, como vagas para deficientes, rotatórias, canteiros ou trancando a saída de outros carros poderá ter seu veículo travado por um equipamento que bloqueia a ação de uma das rodas.

Para retirar essa trava, o aluno precisa se dirigir até o prédio da administração da instituição. Não há multa em dinheiro, mas dependendo da infração, o estudante pode ficar proibido de utilizar o estacionamento central por determinado período. Em caso de reincidência esse prazo aumenta.

A medida gera polêmica e divide opiniões dentro e fora da universidade. Para Edenir Zandoná Neto, aluno do primeiro ano de Direito, a medida veio em boa hora, já que, segundo ele, era comum encontrar motoristas desrespeitando as regras de trânsito dentro do campus. Ele conta que já chegou atrasado a um compromisso por conta de um colega que estacionou atrás do seu carro, impedindo sua saída. Ele reconhece que muitas vezes faltam vagas próximo ao bloco onde estuda, mas isso não justificaria a infração, na opinião dele. Para garantir um lugar próximo, o estudante costuma chegar dez minutos antes do início das aulas.

Outro que já foi prejudicado pela falta de respeito dos colegas é o para-atleta Fabiano Machado da Silva, que treina natação e é aluno de um curso de pós-graduação. Ele diz que já perdeu a conta das vezes que precisou estacionar longe do seu destino, pois a vaga reservada para portadores de necessidades especiais estava ocupada indevidamente. "Eles (os alunos) chegam e simplesmente estacionam, não querem nem saber", lamenta. Segundo ele, outros 20 para-atletas que treinam no local sofrem com o mesmo problema. Apesar de entender a punição como severa, ele acha a medida adequada. "Tem pessoas que só aprendem assim", pondera.

Mesmo se tratando de um problema sério, de acordo com o professor de Direito Civil da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Rodrigo Xavier Leonardo, a solução encontrada pela PUC-PR é equivocada. Segundo ele, a instituição pode atuar no seu espaço, mas nunca junto aos veículos dos estudantes. "Uma coisa é estabelecer regras, a outra é atuar diretamente no patrimônio do aluno", observa. Caso um dos carros travados fosse danificado, segundo ele, a universidade poderia ser responsabilizada.

Opinião semelhante tem o presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da PUC-PR, Gustavo Pagnoncelli. Para ele a medida é radical. Dois meses antes das travas serem implementadas a universidade realizou uma campanha junto aos alunos, distribuindo cartilhas e divulgando as novas regras nos veículos de comunicação internos e externos. Para

Pagnoncelli, a campanha não foi suficiente para atingir todos os estudantes. O problema central por trás desta polêmica, segundo ele, seria falta de vagas de uma forma geral.

De acordo com dados da instituição, existem hoje 3,5 mil vagas para cerca 10 mil motoristas que circulam diariamente dentro da PUC-PR. O período de maior fluxo é o da noite, seguido pela manhã e pela tarde. Até o fim do ano serão criadas mais 500 vagas. Uma das soluções estudadas pela universidade é a criação de um estacionamento vertical.

Essa medida também é defendida pelo presidente do DCE para quem o ideal seria conscientizar os alunos sobre o uso dos carros, estimulando o uso de transportes alternativos e a carona, mas ele reconhece que a médio prazo a saída mais adequada é a criação de mais vagas. Uma pesquisa interna da universidade aponta que 52% dos alunos utilizam carro para chegar à instituição, outros 41% usam ônibus e o restante veículos alternativos, como motos, bicicletas e outros.

André Amorim - Equipe da Folha

Folha de Londrina – 02-06-2009

Inserida por: Dr. Espirito Santo fonte:  Folha de Londrina
Imprimir   enviar para um amigo
voltar  
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
Reclamação contra Revista Abril - Revista Princesa
De : Lurdes Bueno Data: 24/09/2017 17:47 (GMT-03:00) Para: espirito_santo1943@hotmail.com Assunto: Revista abril Sou assinante da revista princesas a anos da editora abril..sempre fiz várias reclamações porqu
RECLAMAÇÃO E ELOGIO DE CONSUMIDOR
Levei à Refrigeração França, foto acima, um bebedouro elétrico marca Beliere, modelo Juninho para substituir uma das torneiras. O aparelho voltou com vazamento. Levei de volta para resolver o problema, mas o vazamento continuava. O diagnóstico técnico fo
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017 -01- Nome Completo: Andreia Borges E-mail: andreia-borges-2012@Hotmail. com Cidade: São Paulo Estado: SP Conheceu: Não conheço só comprei a
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 30/07/2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 30/07/2017 -01- Nome Completo: ARNALDO BELOTA E-mail: acbelota@gmail.com Cidade: SAQUAREMA Estado: RJ Conheceu: pela internet Reclamação: Quando recebo
RECLAMAÇÃO DE MARIA SAJA CONTRA A OI
MARIA SAJA - saja_maria@yahoo.com.br rua bevenuto gussi, 301 83260-000 matinhos pr ‘’Reclamação contra a OI S.A. Tinha um plano da Oi com os seguintes serviços = 1.“Oi fixo – pacote de minutosfixo-fixo local Pacote de minutos longa distancia com 14
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 06 DE JULHO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 06 DE JULHO DE 2017 -01- Nome Completo: Eleni Soares Domingues E-mail: elenisoaresdomingues@gmail.com Cidade: Campos dos Goytacazes Estado: RJ Conheceu: Google
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 18 DE MAIO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 18 DE MAIO DE 2017 -01- Nome Completo: edivaldo silva rocha E-mail: edivaldo.rocha@bol.com.br Cidade: riacho de santana Estado: BA Conheceu: internet Reclamação:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 07 DE MAIO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 07 DE MAIO DE 2017 -01- Nome Completo: NILVALDO E-mail: nilpeira@gmail.com Cidade: SALVADOR-BAHIA Estado: BA Conheceu: site Reclamação: Uma GANG comtendo crimes

Total de Resultados: 14184

Mostrando a página 1 de um total de 1419 páginas

12345678910PróximoFinal

  Cadastre seu email e receba as novidades do reclamando.com.br
Cadastrar | Remover