Palavra Chave:


Conheça mais
    Faça sua reclamação
    Direitos de Família
    Direito Penal
    Direito Civil
    Direito Trabalhista
    Direito do Consumidor
    Direito Previdenciário
    Polícia
    Política
    Direito Procesual Civil
    Direito Previdenciário
    Direito Processual Penal
    Sua Saúde
    Noticias
    QUEM SOMOS
Arquivos
    Publicações
    Petições


CARTAS – Opinião de Leitores da Folha de Londrina
Com uma decisão inédita nos anais da Justiça do Trabalho, a magistrada da 8 Vara da Justiça do Trabalho da Comarca de...
Brasil emprestará US$  10 bi ao FMI
Brasília - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem que o Brasil vai dar um financiamento de US$  10 bilhões...
veja mais

 
08/06/2012 - 21:02 - Custo da Assembleia cresceu 83%

Gazeta do Povo - 04-06-2012

http://www.gazetadopovo.com.br/vidapublica/conteudo.phtml?tl=1&id=1261806&tit=Custo-da-Assembleia-cresceu-83

Gastos públicos

Custo da Assembleia cresceu 83%

Em 2007, o valor gasto pela Casa correspondia a R$   22,10 por paranaense. Para este ano, a previsão é de R$   40,45

Antônio More/ Gazeta do Povo

Antônio More/ Gazeta do Povo / Assembleia: orçamento maior que da maioria das cidades
Assembleia: orçamento maior que da maioria das cidades

Pela previsão orçamentária de 2012, a Assembleia Legislativa paranaense tem um “custo” per capita de R$   40,45. Esse valor é um dos menores do Brasil – apenas sete estados ficam abaixo desse patamar – mas é um dos que mais cresceu nos últimos anos. Em 2007, o orçamento da Casa correspondia a R$   22,10 por paranaense. Os repasses ao Legislativo, assim como os demais poderes, estão vinculados à Receita Corrente Líquida (RCL), que teve uma variação mais ou menos nesse mesmo patamar. Mas as despesas gerais do estado não cresceram nesse mesmo ritmo.

A Lei Orçamentária Anual (LOA) do estado prevê um repasse de R$   422,4 milhões à Assembleia neste ano, além de R$   259,1 milhões para o Tribunal de Contas do Estado, órgão auxiliar. Na LOA de 2007, o montante total era de R$   373,5 milhões (R$   229,5 milhões para a Assembleia e R$   143,9 milhões para o TC). Mas, nesse período, a população paranaense teve um crescimento muito pequeno (0,6%), e por isso o custo per capita subiu muito. Nesses últimos cinco anos, as despesas totais do estado passaram de R$   18,8 bilhões para R$   32,4 bilhões.

Oito secretarias vão receber menos dinheiro

A previsão é que o Legis­­lativo paranaense receba valor equivalente ao da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento(R$   429,3 milhões). Mas as verbas são superiores aos das pastas da Justiça e Cidadania (R$   371,3 milhões); do Desenvolvimento Urbano (R$   260,7 milhões); do Trabalho e Emprego (R$   151,9 milhões); do Meio Ambiente (R$   148 milhões); Cultura (R$   89,2 milhões); da Indús­­tria (R$   44,8 milhões); do Esporte (R$   29,4 milhões) e do Turismo(R$   12,5 milhões).

A situação é semelhante ao que ocorre em nível federal. Há 15 dias, reportagem da Gazeta do Povo mostrou que o Congresso Federal, com R$   7,6 bilhões, gasta mais do que sete estados brasileiros. Além disso, também tem mais verba do que 33 dos 38 ministérios. (RF)

Outro lado

Legislativo economizou R$   90 milhões em 2011

No ano passado, a Assembleia Legislativa fez uma economia de R$   90 milhões, e devolveu esse valor ao governo estadual. A previsão é que, em 2012, a Casa faça uma economia no mesmo patamar.

Por meio da assessoria de imprensa, a Assembleia informou que não havia tempo para analisar os dados referentes ao orçamento e o custo per capita do Legislativo. A Casa também informou que não poderia se pronunciar a respeito do orçamento de anos anteriores, apenas sobre o período iniciado em 2011, sob a presidência de Valdir Rossoni (PSDB).

A Assembleia também ressaltou que seu orçamento é vinculado ao orçamento geral por lei, e por isso é normal que o repasse tenha crescido, assim como ocorreu com o Tribunal de Justiça e o Ministério Público. O Poder Legislativo (Assembleia e Tribunal de Contas) tem direito a 5% da Receita Líquida, estimada em R$   13,6 bilhões para este ano. Ao Tribunal de Justiça cabem 9,5% e, ao Ministério Público, 3,9%. (RF)

Os valores que constam no orçamento não serão obrigatoriamente gastos. Mas, como a maioria das assembleias legislativas não fornece claramente a execução orçamentária – caso do Paraná –, a única maneira de comparar a rea­­lidade de vários estados é por meio da LOA.

Importância

O presidente do Obser­­vatório Social do Paraná, Sir Carvalho, ressalta que a Assembleia Legislativa é uma instituição muito importante para a sociedade, e que é preciso bancar o custo disso. “Mas quais são os parâmetros? Quando o serviço é bom, o cidadão está disposto até a pagar a mais. Quando é mais ou menos, há restrições. E quando o serviço é ruim, ninguém quer pagar nada”, observa.

Para ele, a sociedade deve ponderar se o Legislativo vem cumprindo seu papel, que é o de legislar e fiscalizar. “Se cada deputado fizesse algum tipo de fiscalização, teríamos muito menos problemas no futuro. Esse escândalo da segurança pública? Como é que não foi levantado pela Assembleia?”, diz ele, em referência às denúncias sobre mau uso de bens e recursos públicos pela Polícia Civil e Militar, conforme noticiado pela Gazeta do Povo. “A sociedade precisa rever alguns paradigmas. O deputado não foi eleito só para fazer emenda ao orçamento. Ele é o fiscal nomeado pelo povo.”

O orçamento da Assem­­bleia também é maior do que a maioria das cidades paranaenses. Em 2011, o Legislativo só não gastou mais do que oito municípios – Curitiba, Londrina, Maringá, São José dos Pinhais, Araucária, Ponta Grossa, Cascavel e Foz do Iguaçu.

O professor da Ciência Política da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Fabrício Tomio considera o gasto alto. “O custo administrativo da Assembleia é elevadíssimo. Embora a porcentagem pareça pequena em relação ao orçamento público estadual, é muito alta, além de injustificável, quando comparada a alguns municípios”, diz.

O valor total destinado para a Ação Legislativa – incluindo a Assembleia e o órgão auxiliar Tribunal de Contas –, corresponde a 2,1% do orçamento estadual. O montante também é inferior ao repassado em nível municipal – em Curitiba, a Câmara tem direito a até 4,5% do orçamento. “O problema é o mesmo, em proporções menores, se considerarmos o custo dos parlamentos municipais”, acrescenta Tomio.

Redução passa por corte de comissionados

Segundo especialistas, uma medida importante para a redução de gastos do Legislativo é o corte dos cargos comissionados e de despesas voltadas para o uso pessoal do deputado. “A disponibilidade de recursos por gabinete não necessariamente melhora a representação política”, avalia o cientista político Fabrício Tomio. Mas ele acha difícil que os parlamentares decidam cortar os próprios recursos.

O que vem ocorrendo é justamente o contrário. No dia 23 de maio, a Mesa Executiva aprovou o aumento de R$   60,1 mil para R$   78,5 mil a verba de gabinete que cada deputado pode gastar para a contratação de até 23 funcionários comissionados. Isso gerará um custo extra de R$   12,1 milhões ao ano.

Atualmente, a Assembleia Legislativa tem 1.741 funcionários, dos quais 1.251 são comissionados. “O deputado é um político, que precisa de apoio técnico. Mas qual a estrutura técnica adequada? O número de cargos comissionados é bastante alto. De novo, é preciso dizer: se houver excelência, o serviço se torna barato. Mas se o serviço é medíocre, ele se torna muito caro”, avalia Sir Carvalho, presidente do Observatório Social do Paraná.

O analista político da Universidade Estadual de Londrina (UEL) Elve Cenci defende que os primeiros passos para redução da verba são a racionalização das contratações e a transparência nos gastos. “Um dos problemas é a prestação de contas, que muitas vezes são fictícias. O gasto do parlamentar deve ser compatível com a função que desempenha”, diz.

Cenci também aponta a importância de a população acompanhar os gastos dos parlamentares. “A justificativa para muitos gastos exorbitantes feitos por deputados, por exemplo, é que as contas estão dentro da lei. Mas a legalidade não se sobrepõe a princípios como o da moralidade e razoabilidade. A população precisa saber como os parlamentares estão gastando dinheiro público”, afirma.

Para Sir Carvalho, o fato de ocasionalmente o Legislativo devolver verba ao Executivo só reforça a necessidade de diminuir os repasses. “Isso é um teatro e tem ocorrido muito no Brasil. A previsão orçamentária é de um valor, não se gasta tanto, e daí se faz um cheque gigante para aparecer na foto. O cidadão menos informado pode achar boa a devolução, mas o fato é que o dinheiro não devia ter ido”, observa. Segundo ele, essa prática pode gerar clientelismo, e o melhor é que o valor entre no bolo orçamentário para a divisão entre todas as áreas. “O dinheiro não tem que fazer esse caminho de ida e volta. E, se volta, nenhum deputado pode carimbar a verba, dizendo onde deve ser aplicada”, acrescenta.

Colaborou: Gisele Barão, especial para a Gazeta do Povo.

 

Inserida por: Dr. Espirito Santo fonte:  Gazeta do Povo
Imprimir   enviar para um amigo
voltar  
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
Reclamação contra Revista Abril - Revista Princesa
De : Lurdes Bueno Data: 24/09/2017 17:47 (GMT-03:00) Para: espirito_santo1943@hotmail.com Assunto: Revista abril Sou assinante da revista princesas a anos da editora abril..sempre fiz várias reclamações porqu
RECLAMAÇÃO E ELOGIO DE CONSUMIDOR
Levei à Refrigeração França, foto acima, um bebedouro elétrico marca Beliere, modelo Juninho para substituir uma das torneiras. O aparelho voltou com vazamento. Levei de volta para resolver o problema, mas o vazamento continuava. O diagnóstico técnico fo
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017 -01- Nome Completo: Andreia Borges E-mail: andreia-borges-2012@Hotmail. com Cidade: São Paulo Estado: SP Conheceu: Não conheço só comprei a
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 30/07/2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 30/07/2017 -01- Nome Completo: ARNALDO BELOTA E-mail: acbelota@gmail.com Cidade: SAQUAREMA Estado: RJ Conheceu: pela internet Reclamação: Quando recebo
RECLAMAÇÃO DE MARIA SAJA CONTRA A OI
MARIA SAJA - saja_maria@yahoo.com.br rua bevenuto gussi, 301 83260-000 matinhos pr ‘’Reclamação contra a OI S.A. Tinha um plano da Oi com os seguintes serviços = 1.“Oi fixo – pacote de minutosfixo-fixo local Pacote de minutos longa distancia com 14
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 06 DE JULHO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 06 DE JULHO DE 2017 -01- Nome Completo: Eleni Soares Domingues E-mail: elenisoaresdomingues@gmail.com Cidade: Campos dos Goytacazes Estado: RJ Conheceu: Google
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 18 DE MAIO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 18 DE MAIO DE 2017 -01- Nome Completo: edivaldo silva rocha E-mail: edivaldo.rocha@bol.com.br Cidade: riacho de santana Estado: BA Conheceu: internet Reclamação:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 07 DE MAIO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 07 DE MAIO DE 2017 -01- Nome Completo: NILVALDO E-mail: nilpeira@gmail.com Cidade: SALVADOR-BAHIA Estado: BA Conheceu: site Reclamação: Uma GANG comtendo crimes

Total de Resultados: 14184

Mostrando a página 1 de um total de 1419 páginas

12345678910PróximoFinal

  Cadastre seu email e receba as novidades do reclamando.com.br
Cadastrar | Remover