Palavra Chave:


Conheça mais
    Faça sua reclamação
    Direitos de Família
    Direito Penal
    Direito Civil
    Direito Trabalhista
    Direito do Consumidor
    Direito Previdenciário
    Polícia
    Política
    Direito Procesual Civil
    Direito Previdenciário
    Direito Processual Penal
    Sua Saúde
    Noticias
    QUEM SOMOS
Arquivos
    Publicações
    Petições


Balão
Uma tragédia quase ocorreu por volta das 8 h de 29/10, no Novo Mundo. Um imenso balão, superior a 50 metros, caiu sobre...
Ministra demitida por uso de cartão será auxiliar de Netinho
Netinho assumiu a pasta de Promoção da Igualdade Racial no dia 2. A Folha apurou que o nome foi indicado pelo PT....
veja mais

 
12/07/2012 - 20:07 - Soluções paliativas

Gazeta do Povo - 04-07-2012

http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/conteudo.phtml?tl=1&id=1271688&tit=Solucoes-paliativas

Soluções paliativas

O país não passa um trimestre sem que um novo pacote seja lançado. Mas as iniciativas são isoladas, têm efeito limitado e não atacam os maiores entraves para um crescimento do PIB sustentável no longo prazo

O governo federal anda assustado com as constantes revisões, para baixo, das estimativas sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2012. Com seu habitual ufanismo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, dizia, em fins do ano passado, que o PIB iria crescer 5% neste ano. De lá para cá, várias revisões foram feitas e as mais recentes estimativas apontam para um crescimento de, no máximo, 2,7%. Para entender a magnitude dessa redução, basta lembrar que cada ponto porcentual reduzido no PIB significa menos R$   41,4 bilhões de produção nacional. Portanto, seriam R$   95,2 bilhões a menos do que previa o ministro da Fazenda.

Há poucas semanas, o governo anunciou a abertura de uma linha de crédito pelo BNDES, no valor de R$   20 bilhões, destinada a financiar projetos de investimentos dos estados e municípios. Mas, diante da revisão para baixo da estimativa de crescimento do PIB em 2012, a presidente Dilma Rousseff resolveu acrescentar um novo “pacotinho” de R$   8,4 bilhões de compras governamentais, com o objetivo de elevar a demanda interna e estimular a produção. A ideia é que, ao aumentar suas compras, o governo consiga amortecer a redução das compras dos consumidores e a eventual queda nas exportações.

Quanto à demanda internacional por bens e serviços exportados pelo Brasil, o quadro é mais complicado, já que tudo depende da situação da China e da solução dos problemas na zona do euro. Qualquer que seja o andar da economia mundial, já é sabido que não haverá consumo aquecido para puxar as exportações brasileiras em 2012. Por isso, temendo mais queda no PIB e, por consequência, aumento do desemprego, o governo vem lançando mão de várias estratégias capazes de puxar a demanda interna para cima.

O país não passa um trimestre sem que um novo pacote seja lançado, ora para reduzir tributos sobre produtos, ora para aumentar o consumo das pessoas ou do próprio governo, como é o caso do anúncio de mais R$   8,4 bilhões de compras governamentais. O problema dessas iniciativas é que são isoladas, têm efeito limitado e não atacam os três maiores entraves para um crescimento do PIB sustentável no longo prazo: a falta de investimento em infraestrutura, a elevada carga tributária e a educação precária.

Além disso, há dúvidas em saber se essas medidas significam aumento real do consumo do setor público. A impressão é de que o governo está fazendo barulho em cima de gastos que já estavam previstos em seus orçamentos, inclusive no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Nesse pacote, o governo aproveitou para mostrar seu lado nacionalista, privilegiando as compras de fornecedores nacionais, sob a alegação de que gastar em importações não é a melhor forma de estimular a economia interna. O privilégio concedido a fornecedores nacionais, mesmo diante da existência de produtos mais baratos e de melhor qualidade vindos do exterior, não pode ser prática constante, sob pena de prejudicar o próprio país. O caso mais simbólico dessa realidade é a Petrobras, que sai prejudicada por ter de comprar equipamentos fabricados no Brasil mais caros e de pior qualidade.

O país somente melhorou sua tecnologia e aumentou a produtividade industrial quando abriu sua economia para o exterior e teve de enfrentar a competição de fabricantes estrangeiros. Os economistas adeptos do livre comércio costumam lembrar que ao comércio internacional seguem-se os investimentos e, junto com os investimentos, segue a transferência de tecnologia. Como o Brasil é pífio na produção de tecnologia genuinamente nacional e um dos mais atrasados em matéria de registro de patentes de invenções próprias, o desenvolvimento exige a incorporação de tecnologias desenvolvidas no resto do mundo.

O baixo crescimento do PIB em 2012 impõe uma pergunta crucial: será que o país repetirá a velha história de crescer uns poucos anos para, logo em seguida, retomar índices de crescimento modestos, insuficientes para tirar o país do clube dos subdesenvolvidos? Fica a dúvida.

Inserida por: Dr. Espirito Santo fonte:  Gazeta do Povo
Imprimir   enviar para um amigo
voltar  
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 04 DE ABRIL DE 2018
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 04 DE ABRIL DE 2018 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Natalia Nascimento Clemente Data: 30.01.2018 18:38 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 03/03/2018
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 03/03/2018 -01-Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de CARLA C. FRETESCHI do NASCIMENTO Data: 14.02.2018 14:06 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 15 DE JANEIRO DE 2018
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 15 DE JANEIRO DE 2018 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Lauriana Cristina Data: 02.01.2018 15:41 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 27 DE DEZEMBRO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 27 DE DEZEMBRO DE 2017 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Gean Anderson Silva Data: 02.11.2017 14:48 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– 29 DE OUTUBRO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– 29 DE OUTUBRO MDE 2017 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Sahira Branco Data: 26.10.2017 14:18 De: Para:
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
Reclamação contra Revista Abril - Revista Princesa
De : Lurdes Bueno Data: 24/09/2017 17:47 (GMT-03:00) Para: espirito_santo1943@hotmail.com Assunto: Revista abril Sou assinante da revista princesas a anos da editora abril..sempre fiz várias reclamações porqu
RECLAMAÇÃO E ELOGIO DE CONSUMIDOR
Levei à Refrigeração França, foto acima, um bebedouro elétrico marca Beliere, modelo Juninho para substituir uma das torneiras. O aparelho voltou com vazamento. Levei de volta para resolver o problema, mas o vazamento continuava. O diagnóstico técnico fo
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017 -01- Nome Completo: Andreia Borges E-mail: andreia-borges-2012@Hotmail. com Cidade: São Paulo Estado: SP Conheceu: Não conheço só comprei a

Total de Resultados: 14187

Mostrando a página 1 de um total de 1419 páginas

12345678910PróximoFinal

  Cadastre seu email e receba as novidades do reclamando.com.br
Cadastrar | Remover