Palavra Chave:


Conheça mais
    Faça sua reclamação
    Direitos de Família
    Direito Penal
    Direito Civil
    Direito Trabalhista
    Direito do Consumidor
    Direito Previdenciário
    Polícia
    Política
    Direito Procesual Civil
    Direito Previdenciário
    Direito Processual Penal
    Sua Saúde
    Noticias
    QUEM SOMOS
Arquivos
    Publicações
    Petições


Prevenção em último lugar
Também em Roma, Dilma afirmou que “o homem não tem condições de impedir desastres. O que ele pode impedir é a...
TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RIO DE JANEIRO SUSPENDE VENDA DO SITE WWW.AMERICANAS.COM ATÉ QUE ENTRGUEM TODAS AS COMPRAS ATRASADAS. PARA SABER MAIS, PESQUISE
Para visualizar o conteúdo desta matéria clique no título da mesma.
veja mais

 
15/07/2013 - 20:29 - Plebiscito é golpe (ou “por que a política não funciona”)

Gazeta do Povo - 11-07-2013

http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/conteudo.phtml?tl=1&id=1389845&tit=Plebiscito-e-golpe-ou-por-que-a-politica-nao-funciona

Plebiscito é golpe (ou “por que a política não funciona”)

Qualquer organização humana que tem uma missão ou uma tarefa para cumprir depende basicamente de dois fatores: o modelo, a forma como estão divididos os trabalhos e a qualidade das pessoas que o realizam. Em um exemplo concreto e simples, um time de futebol depende de como está organizada sua tática de jogo, como estão distribuídos os jogadores em campo. Se enfrentam um time que precisa marcar na saída, têm uma organização. Ou jogam no contra-ataque, se o adversário tiver outra característica. Outro fator é a qualidade dos jogadores: o modelo pode estar muito bem ajustado, mas se o atacante perde gol feito, se o beque falha, ou se o goleiro engole frangos, o resultado é negativo.

Usei esse exemplo para chegarmos à política, porque nosso modelo político se esgotou e ganha a ojeriza da população. Vamos ao exemplo dos deputados federais. Poucos são eleitos numa região pequena, fazem votos em praticamente a maioria dos municípios. Procuram cabos eleitorais que têm prestígio ou são vereadores, e que convencem seus eleitores a votar no deputado que apoiam. Eleitores não conhecem ou viram poucas vezes o candidato em quem votaram. Não existe vínculo, 70% não lembram em quem votaram um ano após as eleições.

Por outro lado, o deputado, para se eleger, gasta fortunas. Tem de fazer inúmeras viagens, pagar pelos serviços dos cabos eleitorais, ter veículos, gente. O candidato rico, em princípio, gasta do bolso, mas depois aprende como conseguir recursos. Procura nomear pessoas suas em empresas ou órgãos públicos – e que possam, através de sua influência, conseguir os recursos de que precisa.

Estamos falando da maioria dos candidatos, não todos. O modelo político obriga-os a serem como são e, por serem como são, têm o repudio da população.

Mas o que mudar no atual modelo? No voto, a campanha se reduz a uma pequena região. Foz do Iguaçu e Santa Terezinha, por exemplo, seriam um distrito com 200 mil eleitores. Os candidatos não precisariam gastar com viagens. O debate seria muito mais eficiente, usando muito mais intensamente a mídia local. Poderíamos ter candidatos até sem partido. A exemplo de outros países, o candidato se aproxima muito dos eleitores; não seria difícil visitar casa por casa, no mínimo apertar a mão da maioria. A população conheceria muito mais o candidato e elegeria melhor – no mínimo, votaria em quem conhece e respeita.

Mas esse modelo, para ser implantado, depende da aprovação dos que estão no Congresso. Só que eles não aprovam um modelo que os prejudicaria. Com o novo modelo, a principal atividade do representante seria atender bem a sua comunidade, e ele depende, para isso, que o governo funcione bem, tenha recursos para estradas, casas, infraestrutura, segurança. Não adiantaria nomear cargos para conseguir recursos, não precisaríamos de 39 ministérios para atender os partidos.

Quem propõe um plebiscito sabe que, se depender do atual Congresso, este modelo não será aprovado. Em vez de financiamento público de campanha, redução de custos na campanha através do voto distrital. Em vez de deputados distantes da sua população, representantes verdadeiramente integrados com as comunidades. Em vez de custos absurdos com mídias abrangendo o estado inteiro com pouco tempo para debate de ideias, nos distritos os debates seriam bem aprofundados.

Plebiscito é golpe, sim! Golpe na politicagem, na falta de representação e no modelo político ultrapassado. A única maneira é o plebiscito, e o povo precisa saber o que mudar.

Paulo MacDonald Ghisi é ex-prefeito de Foz do Iguaçu.

Inserida por: Dr. Espirito Santo fonte:  Gazeta do Povo
Imprimir   enviar para um amigo
voltar  
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 15 DE JANEIRO DE 2018
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 15 DE JANEIRO DE 2018 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Lauriana Cristina Data: 02.01.2018 15:41 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 27 DE DEZEMBRO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 27 DE DEZEMBRO DE 2017 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Gean Anderson Silva Data: 02.11.2017 14:48 De: Para:
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– 29 DE OUTUBRO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– 29 DE OUTUBRO MDE 2017 -01- Assunto: Reclamação via SITE RECLAMANDO de Sahira Branco Data: 26.10.2017 14:18 De: Para:
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
RECLAMAÇÃO DE EDIVALDO ROCHA
POR FAVOR DR, JOSÉ DO ESPIRITO SANTO, COMO CONSIGO ESSA APÓLICE, ATENCIOSAMENTE, EDIVALDO SILVA ROCHA. E edivaldo.rocha@bol.com.br Responder| dom 08/10, 18:46 Você BOA NOITE PESSOAL DA Checozzi & Advogados Associados! MEU NOME É EDIVALD
Reclamação contra Revista Abril - Revista Princesa
De : Lurdes Bueno Data: 24/09/2017 17:47 (GMT-03:00) Para: espirito_santo1943@hotmail.com Assunto: Revista abril Sou assinante da revista princesas a anos da editora abril..sempre fiz várias reclamações porqu
RECLAMAÇÃO E ELOGIO DE CONSUMIDOR
Levei à Refrigeração França, foto acima, um bebedouro elétrico marca Beliere, modelo Juninho para substituir uma das torneiras. O aparelho voltou com vazamento. Levei de volta para resolver o problema, mas o vazamento continuava. O diagnóstico técnico fo
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE FORAM PREJUDICADOS EM SEUS DIREITOS DE CONSUMIDORES– EM 19 DE AGOSTO DE 2017 -01- Nome Completo: Andreia Borges E-mail: andreia-borges-2012@Hotmail. com Cidade: São Paulo Estado: SP Conheceu: Não conheço só comprei a
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 30/07/2017
RECLAMAÇÕES DE INTERNAUTAS QUE COMPRARAM PELA INTERNET E FORAM PREJUDICADOS – RESPONDIDAS EM: 30/07/2017 -01- Nome Completo: ARNALDO BELOTA E-mail: acbelota@gmail.com Cidade: SAQUAREMA Estado: RJ Conheceu: pela internet Reclamação: Quando recebo
RECLAMAÇÃO DE MARIA SAJA CONTRA A OI
MARIA SAJA - saja_maria@yahoo.com.br rua bevenuto gussi, 301 83260-000 matinhos pr ‘’Reclamação contra a OI S.A. Tinha um plano da Oi com os seguintes serviços = 1.“Oi fixo – pacote de minutosfixo-fixo local Pacote de minutos longa distancia com 14

Total de Resultados: 14185

Mostrando a página 1 de um total de 1419 páginas

12345678910PróximoFinal

  Cadastre seu email e receba as novidades do reclamando.com.br
Cadastrar | Remover