Palavra Chave:


Conheça mais
    Faça sua reclamação
    Direitos de Família
    Direito Penal
    Direito Civil
    Direito Trabalhista
    Direito do Consumidor
    Direito Previdenciário
    Polícia
    Política
    Direito Procesual Civil
    Direito Previdenciário
    Direito Processual Penal
    Sua Saúde
    Noticias
    QUEM SOMOS
Arquivos
    Publicações
    Petições


Reclamação contra WALMART.COM.BR
Reclamação: Fiz uma compra no site do WALMART.COM.BR no dia 04/04/2009 e no dia 07/04/2009 eles entregaram, só que não...
Empresas remarcam voos sem avisar
O principal argumento das companhias é técnico. A TAM afirma que “se vê obrigada a reprogramar a sua malha aérea” sempre...
veja mais

 

20/02/2008 - Perguntas dos internautas

Nome Completo: suprimido
E-mail: suprimido
Cidade: suprimido
Estado: suprimido

Conheceu: Site de busca

Reclamação: Boa noite!

Sou separada judicialmente a 5 anos e perante a Juíza foi acordado que meu ex marido pagaria pensão alimentícia de 1 salário mínimo a cada filho e 1/2 salário mínimo para mim, já que estava desempregada na época e estou até hoje. Em abril de 2004 ele foi morar com outra mulher no estado no Amapá, em Macapá e dali em diante não cumpriu com o acordo da pensão.Ele é profissional autônomo e não tem comprovante de renda mas sei que mora muito bem e tem carro novo e equipado. Trabalha com construção civil e ganha razoavelmente bem.

Em dezembro veio para cá de avião e pagou muito para trazer o carro e a passagem. Sei que trabalhou por 2 meses e pelo que ouvi recebeu entre R$   8.000,00 e R$   12.000,00. Minha pergunta é a seguinte: estou com o nome na SERASA e SPC pois o dinheiro que ele manda, R$   700,00 não chega para as despesas. Endividei-me devido a despesas extras com roupas e material escolar, no ano passado. Ele me pediu que comprasse que depois enviaria o dinheiro, coisa que não  fez. Com o nome sujo não consigo arrumar trabalho e ele se recusa a pagar minha parte da pensão, informa que não tem mais nada a ver comigo pois estamos separados. Quero também me divorciar dele e temos uma casa em Petrópolis RJ que deve ser partilhada e ele não quer isso. Seria possível cobrar a pensão integral acordada na separação consensual? Como devo proceder já que não tenho dinheiro para pagar um advogado particular? Acredito que ele deva dar o mesmo nível de vida que leva para os filhos, coisa que é impossível no momento, estamos passando fome e por muitas necessidades. Sou sozinha já que ele somente liga às vezes para falar com os filhos, pois já não tem mais intimidade com os mesmos. Acho que liga por obrigação para que eu não diga que ele abandonou as crianças. Desde já agradeço.
 

Cadastro recebido pelo sistema interno do site RECLAMANDO.
====================================================

Resposta

Curitiba, 19/02/2008 - 18h53m

A senhora pode inclusive, pedir a prisão dele pelo atraso de até três parcelas da pensão. As parcelas anteriores às três últimas devem ser cobradas em outro processo de execução.

A Senhora pode também, pedir aumento de pensão, junte todos os comprovantes das despesas suas e dos filhos. Doravante, tudo que comprar para a senhora e para os filhos guarde as notas ou recibos.

Quanto a casa entre com um pedido de venda de coisa comum. A casa será leiloada, caso não haja acordo em audiência. O produto do leilão será dividido com ele.

Procure um advogado ou Defensor Público, caso não tenha condições de contratar um advogado particular.

José do Espírito Santo Domingues Ribeiro
Advogado: OAB-PR. 23.252 (Anterior 6.536/76)
Rua Alferes Poli, 486 - Centro - Cep. 80230-090-Curitiba - PR.
(41) 3233-9002 -
espírito_santo@uol.com.br


Inserida por: Dr. Espirito Santo fonte:  José do Espírito Santo Domingues Ribeiro
Imprimir   enviar para um amigo
Justiça de SP reconhece doadora de óvulos como segunda mãe
A Folha tentou falar com Amanda em fevereiro e na sexta-feira, mas ela não retornou as ligações.
Alienação Parental: uma tragédia
Dor que gera dor, violência que gera violência. A lógica da Alienação Parental é a antítese do perdão.
Editorial: A nova família
É preciso que o poder público invista rápida e eficazmente nessas áreas, para o Brasil não ser atropelado pela realidade demográfica.
Família: entidade sagrada e conflituosa
Isto posto, e bem posto – a família como entidade sagrada e de acolhimento –, há a outra face desta moeda.
Como informar os filhos sobre a separação?
PARA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA, CLIQUE NO TÍTULO
Sertanejo tem prisão decretada pela Justiça por pensão
O advogado disse ainda, que a renda mensal do cantor varia dependendo da quantidade de shows que ele tem por mês. "O que ele pode pagar ao filho de 14 anos são R$   3 mil mensais e não R$   10 mil como a ex-mulher dele quer.
Adoção legal: a importância social da sua correta divulgação
Esta é uma oportunidade de esclarecer a adoção responsável, aparando eventuais arestas deixadas, em prol de uma convivência justa e perfeita entre as diferenças.
Em separação, mulher deve ficar com casa
A presidente Dilma Rousseff vai editar medida provisória para garantir que, em caso de separação, a mulher beneficiária do Minha Casa, Minha Vida fique com a propriedade, em detrimento do marido.
Justiça dos EUA dá à avó chance de voltar a ver Sean Goldman
Caso não consigam, os juízes norte-americanos determinaram que seja realizada uma nova audiência no caso.
O desafio de educar filhos únicos
Nos últimos 50 anos, a média de filhos por família passou de seis para menos de dois, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Total de Resultados: 457

Mostrando a página 3 de um total de 46 páginas

InícioAnterior123456789101112PróximoFinal

  Cadastre seu email e receba as novidades do reclamando.com.br
Cadastrar | Remover