Palavra Chave:


Conheça mais
    Faça sua reclamação
    Direitos de Família
    Direito Penal
    Direito Civil
    Direito Trabalhista
    Direito do Consumidor
    Direito Previdenciário
    Polícia
    Política
    Direito Procesual Civil
    Direito Previdenciário
    Direito Processual Penal
    Sua Saúde
    Noticias
    QUEM SOMOS
Arquivos
    Publicações
    Petições


OPINIÃO DO LEITOR
Mui­to se tem fa­la­do e ain­da há de se fa­lar mui­to so­bre a fra­gi­li­da­de de nos­sa de­mo­cra­cia. Em qual­quer...
AUMENTO DO VOLUME DA TV NA HORA DOS COMERCIAIS
PARA LER A MATÉRIA NA ÍNTEGRA, CLIQUE NO TÍTULO
veja mais

 

06/04/2010 - Cada deputado do Paraná custa quase R$   80mil por mês

Curitiba

Estado paga a terceira maior verba indenizatória dentre os legislativos do País.

Das Agencias

 

Prédio da Assembléia Legislativa: escândalos e mal uso do dinheiro público

Cada um dos 54 deputados que compõem a Assembléia Legislativa do Paraná, custam ao contribuinte a importância de R$   79.500, somando o pagamento de salário fixo, combustível, alimentação, hospedagem, gastos administrativos, entre outras despesas. O montante coloca o legislativo paranaense em terceiro lugar no país entre os que mais consomem recursos públicos para manter seu parlamento. Só perdendo para os estados de Alagoas e Santa Catarina.

Por mês, cada parlamentar do Paraná tem direito a gastar R$   27.500 em despesas com combustível, alimentação, hospedagem e gastos administrativos – como gráfica e serviços postais. O valor é maior, inclusive, do que a quantia disponível aos deputados federais, que podem lançar mão de R$   15 mil mensais para custear despesas semelhantes. Somando-se o valor dos salários (R$   12 mil) e da verba de gabinete (R$   40 mil) às despesas indenizatórias, cada um dos 54 deputados estaduais do Paraná custa aos cofres públicos paranaenses R$   79.500. O levantamento foi publicado recentemente pelo jornal Folha de São Paulo e reproduzido por várias outras publicações, entre as quais, o informativo eletrônico da Associação dos Magistrados do Paraná (AMA)

Segundo o levantamento do jornal paulista, além do Legislativo do Paraná, outras quatro assembleias oferecem aos parlamentares verbas indenizatórias superiores aos R$   15 mil disponíveis aos parlamentares da Câmara dos Deputados. No entanto, a legislação brasileira determina que a quantia paga aos deputados estaduais não poderia ultrapassar 75% desse valor – ou seja, R$   11.250.

Despesas

No Brasil, cinco assembleias legislativas dão a seus deputados, verbas indenizatórias maior que o valor pago pela Câmara Federal, que é de R$   15 mil mensais. Alagoas lidera com R$   39 mil, seguido por Santa Catarina, com R$   38 mil, e, Paraná com R$   27,5 mil. Minas Gerais, R$   20 mil, e, São Paulo, R$   19,8 mil, concluem a lista dos que superam a Câmara dos Deputados em benesses a seus parlamentares.

Tribuna do Vale – 30-03-2010

Inserida por: Dr. Espirito Santo fonte:  Tribuna do Vale
Imprimir   enviar para um amigo
Ativista é condenada a pagar R$   10 mil por compartilhar mensagem no Facebook
A ativista, que já havia sido condenada em outra ação semelhante, compartilhou mensagem que criticava um médico-veterinário
ARTIGO Na contramão do desenvolvimento do país
Como bem disse o renomado professor de relações do trabalho José Pastore, há de se buscar fórmulas simples que deem liberdade para quem contrata e proteção para quem é contratado. Todo o resto é secundário.
23/11/2013 - 03h30 Eliane Carvalho e Luciano Velasque: Segurança jurídica e contratações públicas
A recente e amplamente noticiada discussão judicial a respeito do serviço de inspeção ambiental veicular na cidade de São Paulo proporciona farto material para reflexão jurídico-político-econômica.
DEBORAH DUPRAT Luta contra a lentidão
Se persistir o atual ritmo de regularização fundiária, os 2.007 quilombos terão que aguardar 175 anos para terem seus processos concluídos
ARTIGO Protesto extrajudicial de dívida ativa
Diante deste novo mecanismo de arrecação do Estado, o protesto de dívidas, há chances de ver-se prejudicado o direito do contribuinte de questionar a execução da dívida ativa de impostos que muitas vezes encontra-se prescrita, com valores indevidos, multa
14/11/2013 - 03h30 Rodolfo Vianna e Renan Quinalha: Pela defesa do mérito, democratizar a universidade
São muitos os que criticam as propostas de democratização da universidade por acreditarem que elas feririam o mais caro conceito acadêmico: o mérito. Para esses, a universidade deve ter uma administração meritocrática, não se aplicando, portanto, os conce
Justiça condena BMW a indenização e pensão por morte de sertanejo
João Paulo, que era parceiro de Daniel, morreu em 12 de setembro de 1997. Juiz diz que esposa e filha têm direito a R$   150 mil cada uma.
Verba federal para acabar com lixões não chega às prefeituras
A prioridade é conceder apoio aos consórcios intermunicipais para a destina­ção correta do lixo e o fim dos lixões.
E a segurança jurídica?
O Supremo Tribunal Fe­­deral, em breve, vai ter de se manifestar sobre a questão da ocorrência de prescrição ou não nos casos de cobrança de dívida contra o erário.
Ressarcimento aos cofres públicos: ação deve prescrever?
Para o professor de Di­rei­to Administrativo da Pon­ti­­­fícia Universidade Cató­li­ca do Paraná (PUCPR) e da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Romeu Bacellar Filho, a discussão não pode ser tratada sob dois pontos de vista.

Total de Resultados: 873

Mostrando a página 3 de um total de 88 páginas

InícioAnterior123456789101112PróximoFinal

  Cadastre seu email e receba as novidades do reclamando.com.br
Cadastrar | Remover