Palavra Chave:


Conheça mais
    Faça sua reclamação
    Direitos de Família
    Direito Penal
    Direito Civil
    Direito Trabalhista
    Direito do Consumidor
    Direito Previdenciário
    Polícia
    Política
    Direito Procesual Civil
    Direito Previdenciário
    Direito Processual Penal
    Sua Saúde
    Noticias
    QUEM SOMOS
Arquivos
    Publicações
    Petições


CARTAS – Opinião de Leitores da Folha de Londrina
Nossos deputados se ocupam com cada coisa! Segundo a nota ''Fio dental'' (Informe Folha, pág. 3, 30/04), um deputado...
Coluna do leitor – Opinião de Leitores da Gazeta do Povo
Beto deve controlar seus impulsos. Sua pretensão de retirar 7 mil presos das cadeias, embora louvável, é inexequível...
veja mais

 

11/12/2007 - SEU DIREITO - RECOLHIMENTO EM ATRASO

Quem ficou ''parado'' durante quatro anos sem contribuir pode pagar os meses atrasados ao INSS sem prejuízo quando for requerer a aposentadoria por tempo de contribuição?

Os segurados da Previdência Social contribuinte autônomo e empregador, desde que comprovadamente tenham exercido suas atividades durante este período, podem recolher em atraso. Este período pode, inclusive, ser computado para efeito de tempo de serviço. No entanto, não pode ser contabilizado para efeito de carência mínima para a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição.

Para os segurados inscritos perante o INSS antes de 27 de julho de 1991, a carência mínima de contribuições exigidas para este benefício é progressiva e aumenta ou diminui em seis meses, de acordo com o ano em que o segurado implementou as condições para se aposentar. Desta forma, exemplificando, a carência para quem adquiriu direito à aposentadoria no ano de 2000 é de 114 meses de contribuição, em 2001 é de 120 meses, e assim sucessivamente, até atingir o limite máximo de 180 contribuições no ano de 2011.

Já os segurados inscritos após 27 de julho de 1991 devem cumprir a carência de 180 contribuições mensais. Nestes casos, as contribuições em atraso não são computadas para efeito de carência.

Portanto, se o segurado tiver atingido a carência mínima de contribuições exigidas pela lei para a concessão da aposentadoria por tempo de contribuição, pode o mesmo computar o tempo de trabalho como autônomo ou empregador pago em atraso, e inseri-lo na contagem de tempo de contribuição de seu benefício.

Fábio Antonio da Silva Martin, advogado®MDBO¯®MDNM¯

Folha de Londrina – 08.12.2007

Inserida por: Dr. Espirito Santo fonte:  Folha de Londrina
Imprimir   enviar para um amigo
Desaposentação
Desaposentação O que é? Como o tema vem sendo tratado? Você tem direito? Salvar • 95 comentários • Imprimir • Reportar Publicado por Victor Wakim Baptista - 2 dias atrás 67 Desaposentao Imagem: Arte/UOL O presente artigo, voltado especialmen
Saída de Barbosa gera debate sobre perdas com aposentadorias ‘precoces’
Carlos Humberto/STF / Barbosa: ministro deve se dedicar à vida acadêmica e dar palestras Barbosa: ministro deve se dedicar à vida acadêmica e dar palestras DISCUSSÃO Saída de Barbosa gera debate sobre perdas com aposentadorias ‘precoces’ Ministro irá
Previdência privada: avanços e precauções
artigo Previdência privada: avanços e precauções Publicado em 19/05/2014 | Melissa Folmann E o brasileiro descobriu a previdência! Esta é a constatação quando se analisa o cenário econômico e social do Brasil nos últimos 10 anos. Isso porque fo
Auxílio-doença dispara e eleva rombo na PrevidênciaGUSTAVO PATU
A Folha questionou o Ministério da Previdência sobre a evolução recente do programa, mas não houve resposta
Aposentadorias achatadas
Outros, desinformados ou preguiçosos, se acomodam. Para estes, um alerta: a preguiça caminha tão lentamente que a pobreza não precisa se esforçar muito para alcançá-la.
Senado aprova atendimento domiciliar do INSS a idosos doentes
Rebecca Garcia disse que, como a legislação brasileira concede aos idosos benefícios como isenção de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para aquisição de veículos
SUS desativou quase 13 mil leitos entre 2010 e 2014
No estado do Rio de Janeiro, 4.621 leitos foram desativados desde 2010. No Nordeste, a maior queda foi no Maranhão (-1.181).
STJ aprova troca de aposentadoria sem devolução de valores pagos
O tribunal também entendeu que o aposentado que pedir o novo benefício não precisa devolver os valores já recebidos.
Pouco equipado, SUS atende 80% da demanda
O presidente da Associação Brasileira de Saúde Coletiva, Luis Eugenio Portela, acredita que a falta de médicos não se trata especificamente da falta de equipamentos, mas também das condições de trabalho.
Aposentadoria especial para quem?
Logo, os profissionais acima citados, bem como aqueles que trabalharam 25 anos expostos a agentes insalubres, conseguem se aposentar com menor tempo e com uma aposentadoria mais benéfica, independentemente da idade.

Total de Resultados: 353

Mostrando a página 1 de um total de 36 páginas

12345678910PróximoFinal

  Cadastre seu email e receba as novidades do reclamando.com.br
Cadastrar | Remover